terça-feira, Novembro 27, 2007

Instrumentos Musicais: A Harpa

"Ser Músico é trabalhar o instrumento todos os dias, é pôr-se permanentemente em questão, é duvidar. É a instabilidade feita estabilidade. Um dia encontra-se, mas no dia seguinte é preciso voltar a procurar. Há conquistas mas nada é definitivo. A música é um fantástico instrumento de trabalho sobre nós próprios. Muito exigente, mas que dá prazer!"

Sophia Domancich


Caros Comparsas

Dando continuidade a este entusiasmante novo tipo de voo, acho pertinente clarificar-vos sobre o significado de alguns termos que serão frequentemente usados:
  • Caixa de Ressonância - Câmara cheia de ar, com formatos variados que serve principalmente para reforçar a intensidade sonora;
  • Altura Definida ou Determinada - Significa que as sons desses instrumentos poderão ser sempre afinados de acordo com as escalas musicais predefinidas e representar as notas comuns;
  • Altura Indefinida ou Indeterminada- Significa que os sons desse instrumento não podem ser afinados, nem representar as notas comuns (Dó, Ré etc...), limitando-se, numa partitura, à representação de figuras rítmicas;
Já agora, recordo o sistema de classificação dos instrumentos criado por Hornbostel e Sachs :
  • Idiofones - Instrumentos cujo som é produzido pelo próprio corpo do instrumento. É o próprio corpo do instrumento que vibra para produzir o som, sem a necessidade de nenhuma tensão( Engloba alguns instrumentos de percussão de altura indefinida e todos os de percussão de altura definida.)
  • Membrafones - Instrumentos cujo som é produzido por uma membrana esticada, ou seja, produzem som através da vibração dessa mesma membrana( Engloba só instrumentos de percussão de altura indefinida).
  • Aerofones - Instrumentos cujo som é produzido pela vibração de uma massa de ar originada no (ou pelo) instrumento ( Engloba todos os instrumentos de sopro, a voz humana e os órgãos de tubos).
  • Cordofones - Instrumento cujo som é produzido pela vibração de uma corda tensionada( Engloba todos os instrumentos de cordas friccionadas, dedilhadas e percutidas).
  • Electrofones - Instrumento cujo som é produzido a partir da variação de intensidade de um campo electromagnético, ou seja, o som é produzido por meios mecânicos e depois amplificado e/ou modificado electronicamente ( Engloba todos os instrumentos electrónicos e electromecânicos.
II - HARPA
Harpa é um nome genérico que se dá a todos os cordofones que possuem as cordas num plano perpendicular ao do tampo da caixa da ressonância.
Tratando-se de um dos instrumentos mais antigos do mundo, existem duas categorias: as harpas de caixilho e as harpas abertas, cuja grande diferença é a existência de um pilar ou coluna nas harpas de caixilho que liga a área da caixa de ressonância à consola; as harpas abertas não possuem a coluna, portanto costumam ser arqueadas (lira, harpa africana), como poderão comprovar na imagem em baixo que relaciona a evolução da harpa com a evolução do homem.
A harpa é interpretada através da técnica do dedilho, o que significa que o som é produzido pela vibração das cordas quando accionadas pelos dedos do harpista. Apesar dos vários tipos e feitios a mais vulgar e moderna é a harpa de caixilho ( imagem ao lado) que é constituída por cinco grandes partes: coluna ( pelare), caixa de ressonância( resonansbotten), o conjunto de cordas (strängar), a consola (stämnaglar) e o pé com pedais ( fotpedaler ). O conjunto de cordas(47 no total) encontra-se ligado à consola e é recebido na sua parte inferior pela caixa de ressonância que se encarrega de amplificar o som produzido pela vibração das mesmas.


Nos videos que se seguem, poderão assistir à interpretação de variados estilos musicais em harpas de caixilho desde samba a jazz, de música tradicional a música clássica.


Saudações de um Comparsa


8 comentários:

Nemesis disse...

Ora cá está um instrumento com um som encantador e pelo que vejo bastante versátil, quando soube da existência deste post eu própria andei a fazer umas pesquisas e quase que fiquei com vontade de aprender a tocar! ;)

Como é obvio tinhas de colocar o vídeo da Louise Thomson! ;)

Saudações e continua a partilhar com todos os teus conhecimentos

Augusto disse...

Realmente, a versatilidade deste instrumento que todos conhecemos foi, para mim, completamente inesperada.
Keep it coming!

Saudações de um Comparsa

Ariadne disse...

Fantástico...

De facto, é indiscutível a magia que este instrumento espalha. De certeza que ninguém consegue ficar indiferente ao ouvir o som da harpa, captado como é óbvio por um bom executante...

Esta magia com certeza que será ainda de alguns resquícios da história imortal de Orfeu, que encantava mortais e imortais (até mesmo Hares) com o som da sua lira...

Nunca pensei ver alguém sambar numa harpa... Fiquei estupefacta... E adorei a harpa e a interpretação da Louise Thomson... Uma verdadeira versão feminina de Orfeu... qui çá seja a própria Eurídice...

Saudações de uma comparsa*

Ariadne disse...

A harpa andina também é bastante interessante... São todos fantásticos...

camarada disse...

O instrumento com o som mais angelical que conheço.
Adorei especialmente o 3º video e o último.
O andino não estará a tocar uma música afamada em cuba?
Viva o ministro da informação iraquiano.
Saudações

catarina disse...

mt bom!

belo trabalho..

aprecio mt o vosso blog! voltarei! :D

Anónimo disse...

Hi There I'd like to congratulate you for such a terrific quality forum!
I was sure this would be a perfect way to make my first post!

Sincerely,
Hilary Driscoll
if you're ever bored check out my site!
[url=http://www.partyopedia.com/articles/care-bears-party-supplies.html]care bears Party Supplies[/url].

Anónimo disse...

amo esse instrumento, apesar de tocar flautas. é um sonho de consumo ainda nao consumado. rsrs nao podeiria deixar de participar deixando a sugestao de duas bandas que gosto muito FAUN E OMNIA. digitem karuna para faun e tine beltaine para omnia no youtube. espero que gostem. abraço!
Luziane